4 de jan de 2012

Os Cafés "fortes" do Brasil

Café “extra forte” virou sinônimo de qualidade agora?
Ontem em um supermercado aqui do bairro, uma moça perguntou para sua mãe qual café levar, e a mãe disse:
- qualquer um “extra forte” por que os outros são fracos.
Na realidade o “extra forte” é mais uma estratégia para vender café de qualidade inferior, por preço as vezes maior ou igual a um café um pouco melhor.
Existe uma escala que é usada internacionalmente como padrão, é o chamado AGTRON , simplificando, são 8 discos na tonalidade de marrom que são comparados a cor do café e cada tonalidade corresponde a um numero. (de 25 mais escuro, aos 95 mais claro). A preferencia no grau de torra varia em cada país.




Bom, os cafés “extra fortes” são na realidade cafés que tiveram um ponto de torra muito alto literalmente queimados, as vezes carbonizados.
Por que isso acontece?
Quando um café é torrado até queimar ele perde, ou esconde todas as suas características.
No ponto de vista da indústria isso é bom, pois os grãos de baixa qualidade como: Pretos, verdes, ardidos, fermentados entre outros, são escondidos e mascarados quando queimados.


Mas o grão quando chega a esse ponto muito alto de torra perde também toda sua doçura, aromas, sabores em fim tudo o que o grão apresentar de qualidade.
Então esse café “extra forte” é na realidade um café queimado, que foi torrado até esse ponto para esconder seus defeitos, e esse “forte” é na verdade amargor.
 Se você tem um café bom, de qualidade, com doçura, acidez encorpado, você vai torrar seu café até carbonizar?
Você já tomou café “extra forte” sem açúcar?


Por isso que a maioria está acostumada a tomar café com açúcar, por que o café que estamos acostumados a tomar é queimado, torrado de mais, carbonizado, com gosto de borracha queimada e muito amargo então precisamos de muito açúcar pra fazer isso ficar um pouco agradável né.
Faça um teste você mesmo, comece a reparar mais no café que você leva pra sua casa, afinal você bebe ele todos os dias, é a 1º refeição da sua família.
Procure comprar ou experimentar um café especial, repare na cor do café, nas notas que você sente quando bebe ele, pode parecer mais “fraco” de inicio, mas o “fraco” é a qualidade, dentro desse “fraco” é possível sentir varias notas nesse café, não só a doçura.

Bons CAFÉS

Um comentário:

  1. É isso aí Fernando, falou tudo!!! E mais um detalhe, normalmente esses cafés quando saem do torrador necessitam resfriamento a água, o que pode levar a adulteração pelo teor de umidade.

    Isso é uma manobra, já que pela lógica quanto mais torrado o ca'fe menos pó você usaria, sendo assim o produto não teria tanto giro mas com a adulteração no peso por água...........

    Abraços e bons cafés!

    ResponderExcluir

Receba nossas atualizações no Facebook

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...